06 outubro 2009

QUANDO VOCÊ PASSA

Quando você passa
Só para dizer bom dia
Só para me dar carinho
Pára o tempo pára tudo.

Quando você diz que me adora
vejo uma noite de luar.
Ouço um bandolim tocado
que derrama na melodia
a lágrima de quem chora
pela mulher que flutua
em outra parte do universo
Estrela entre as estrelas
Cintiliando na magia
que não se desfaz num verso.

Quando recebo mensagens
De ânimo, ternura e amor
meu coração perde o compasso
entra em ritmo ardente, frenético...
E em extase se desfaz pensando no prazer

Para te-lo em meus braços
No prazer finito dos gemidos
Do grito final que une os espaços
Na infinita doçura dos sentidos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário


sua putinha

desejo intenso...

Com todo cuidado ajudarei ... dispa-se

entregue-me a você mais uma vez!

Assim... quero muito mais delicia!